Dicas de Como Fazer um Bom Curriculum

Para criar seu currículo profissional é muito importante que você não se esqueça de atualizá-lo constantemente e, assim, você verá o seu desenvolvimento profissional também. Além de mantê-lo atualizado é preciso ter um currículo caprichado. Não que o mais caprichado seja o escolhido, mas ele leva vantagem por ser bem elaborado.

curriculum destaque

A seguir, confira algumas dicas em relação à formatação e conteúdo.

Quando alguém está recebendo currículos para certa vaga, há uma quantidade de informação específica que ele está procurando. Pode ser que você coloque muito informação a mais do que o necessário. Então, é preciso que você saiba balancear estas informações tentando mostrar seu perfil que encaixa na vaga.

Dicas para um bom Curriculum Vitae

  1. Não se apresse! A elaboração de um currículo não é algo que você conseguirá fazer em dez minutos. Dedique um bom tempo nele, leia e releia.
  2. Faça um diagnóstico. Procure informações sobre a empresa e sobre a vaga. Desenvolva seu currículo pensando nestas informações principalmente na hora de escrever seus objetivos.
  3. Seja original. Não copie currículos, apenas se baseie. A pessoa que analisa currículos receberá vários, imagina se o seu é igual de várias pessoas?
  4. Confira seus contatos. Tenha certeza de que os contatos que você passou estão corretos. Email, telefone, endereço. Confirme os números principalmente que um erro de digitação muda muita coisa.
  5. Tenha foco. Se você está se candidatando para mais de uma vaga, faça currículos específicos para cada vaga. Afinal, os objetivos podem ser bem diferentes.
  6. Escreva corretamente. Não seja formal a ponto de ser arcaico, mas seja formal. Cuidado com a linguagem de internet. Para que isso não aconteça, peça para que alguém revise.
  7. Seja claro, direto e verdadeiro. Não minta no currículo. A pessoa que te entrevistará provavelmente pergunta sobre tudo o que você escreveu. Não escreva longas histórias, uma linha ou no máximo duas para cada item.
  8. Seja seletivo. A pessoa que está analisando currículos não quer saber que você fez curso de natação aos 9 anos e escolinha de futebol aos 10.
  9. Inclua o essencial. Atualmente, idiomas é mais do que essencial. Inclua a língua e as habilidades como ler, escrever, escutar, fluente ou básico. Trabalho voluntário também conta bastante.
  10. Capriche no cuidado. Não entregue currículos amassados, sujos ou, no caso de entregá-lo pela internet, mal formatada. Se for em papel, coloque-o dentro de uma pastinha pelo menos até chegar na mão da pessoa que está fazendo a seleção.

Fonte: Efetividade.net.

Deixar uma resposta